Fechar

Tratamentos

A Remoção é realizada por equipe especializada, capacitados e com experiência na área da Remoção.

Especificações Tratamento

CONHEÇA NOSSAS FORMAS DE TRATAMENTOS.
 
A recuperação se dá pelo próprio contexto de vivência, as atividades, as pessoas, os ensinamentos são organizados para produzir mudanças terapêuticas e educacionais nos participantes individuais. E todos os participantes são mediadores dessas mudanças.
O objetivo geral é a recuperação integral do paciente.
 
Através desta modalidade proporcionamos:
- Um processo de recuperação com mudanças progressivas;
- Promover ambiente e estratégias de contexto de abstinência e prevenção a recaídas;
- A transição bem sucedida da Clinica Terapêutica para a sociedade através das saídas programadas;
- Recuperação familiar a partir de reuniões semanais;
- Desenvolvimento da identidade pessoal (personalidade e sentimento de "pertença");
- Elaboração do projeto de vida.
 
 
Programa Terapêutico
 
1° Estágio:
Orientação, Conscientização, Adaptação e Aceitação.
 
2° Estágio:
Desenvolvimento Pessoal, Responsabilidade, Responsabilização Senso de Utilidade.
 
3° Estágio:
Treinamento, Liderança, Multiplicador e Cidadania.
 
Atividades
Área psicológica;
Área terapêutica-ocupacional;
Área espiritual;
Área sócio educacional;
Área de socialização;
Área operacional ou laboral.
 
Evolução
Objetivos:
- Apurar aspectos negativos e positivos;
- Verificar o grau de aproveitamento;
- Possibilitar a sua recuperação integral;
- Elaborar novas estratégias no plano terapêutico.
 
Método de Avaliação
Diária - observação do desempenho e postura na rotina de atividades, feita por todos os colaboradores e pelo grupo de pares.
Semanal - reunião de equipe e reuniões de passagem.
Mensal - parecer técnico e/ou formulário de avaliação mensal.
 
Admissão
 
Entrevista de Triagem.
Avaliação.
 
Público-Alvo
 
Adolescentes e adultos ambos sexos, conforme preconiza a ANVISA - Agencia Nacional de Vigilância Nacional, Resolução RDC 50/2002, RDC 29/2011, LEI FEDERAL N. 8069/1990 e LEI FEDERAL N. 10.216/2001. 
 
Duraçao: Proposto inicialmente é de (06) seis meses.
 
Adesão de Tratamento
 
O QUE INTERFERE:
Baixa motivação;
Resistência;
Fatores bio-psico-sociais e espirituais;
Fracasso de intervenções anteriores;
Benefício inicial da intervenção.
 
O QUE AJUDA:
Tratamento flexível e personalizado;
Aplicação de várias estratégias;
Tratamento de comorbidades;
Fracasso de intervenções anteriores;
Benefício inicial da intervenção.
 
Área de Socialização
Um dos aspectos importantes para contribuir com a efetividade da recuperação é a reinserção social. Nesta Clinica Terapêutica o trabalho de reinserção social começa desde o processo de admissão do indivíduo, permeia todo o programa de recuperação e pode ter continuidade com a manutenção do tratamento através do programa de pós-residência.
 
Os objetivos prioritários da reinserção são facilitar a separação do indivíduo da dependência da comunidade fazendo uma transição bem sucedida para a sociedade mais ampla. No princípio o residente procura a Instituição porque perdeu a habilidade de se autogerenciar e tem comprometidas muitas áreas de sua vida e seus papéis sociais. De forma que no processo de reinserção social ajudar os residentes a se agregar a uma instituição de auto-ajuda formada por iguais é o primeiro passo em sua preparação para sua integração no mundo exterior, pois aquilo que ele aprende durante o período de vida residencial é justamente a preparar-se para viver em sociedade. Através do treino de habilidades, do resgate do senso de utilidade, responsabilidade e da promoção do desenvolvimento social o residente será motivado a participar da Clinica Terapêutica como cidadão digno de todos os direitos e deveres que lhes são impostos em qualquer sociedade. Para tanto além do acompanhamento sistemático do residente na evolução dentro do programa de recuperação, durante o período residencial ele será estimulado a ter uma exposição crescente com o mundo exterior através das saídas de socialização e saídas especiais. Em ambas o objetivo é e colocação em prática daquilo que está sendo aprendido através da experiência de vida na Clinica com relação a situações de risco, redes de suporte, auto-eficácia no enfrentamento de conflitos, resgate do relacionamento familiar, entre outros.
 
a) Socialização ou saída programada: é um momento no qual o residente deixa as dependências do RECANTO RENASCER Clinica Terapeutica. Neste caso o residente poderá sair, porém ele próprio ficará responsável por suas ações fora do RECANTO RENASCER Clinica Terapeutica e por pedir ajuda quando este contato desencadear estímulos negativos (como por exemplo, medo, ansiedade, insegurança). Estas saídas serão planejadas a partir do TERCEIRO estágio justamente por que nesta ocasião com a informação e acompanhamento que terá recebido até então ele terá consciência de suas ações e de como começar a lidar com os aspectos envolvidos no uso e abuso de substancias psicoativas e no antigo padrão de vida. ( Comum acordo com os Responsáveis ou Familiares ).
 
b) Saída especial: é um momento que o residente deixa a Instituição em casos emergências como consulta médica, luto, nascimento de filho, perícia médica e audiência judicial. O residente só poderá sair acompanhado de familiares, responsável ou um líder ( membro do RECANTO RENASCER Clinica Terapeutica ).
 
Como uma forma de acompanhar a socialização e aproveitamento nestas ocasiões todos os residentes deverão elaborar uma carta para o RECANTO RENASCER Clinica Terapeutica - a ser entregue para a equipe - cujo conteúdo deverá descrever como foi o período que passou e compartilhar esta experiência com os pares no grupo de acolhimento.